Tipos de empresas que os médicos podem abrir

tipos-de-empresas-medicos

Existem muitos caminhos que um médico recém-formado pode tomar. É possível trabalhar para estabelecimentos de saúde como CLT, ser autônomo, e também abrir um consultório ou clínica própria, abrindo um CNPJ.

Nesse caso, é preciso se preparar e estudar para escolher qual a opção mais viável e que mais combina com o seu perfil. Por isso, se você deseja criar seu próprio negócio é importante conhecer os tipos de empresas que os médicos podem abrir.

Analisar bem as naturezas jurídicas presentes no Brasil é de extrema importância, pois cada uma possui suas particularidades. Portanto, é importante conhecer seus diferentes benefícios para saber qual é o melhor para sua realidade.

Se você é um profissional da medicina e deseja tirar suas dúvidas sobre os tipos de empresas que os médicos podem abrir, leia este artigo atentamente.

Tenha uma boa leitura!

Quais são os tipos de empresas? 

Para entender melhor os tipos de empresas que médicos podem abrir, antes, é necessário entender como os profissionais da área podem atuar.

Os médicos são profissionais liberais, ou seja, podem trabalhar como autônomo sem ter um vínculo empregatício. No entanto, para tal, é preciso que ele faça parte de um conselho profissional, o Conselho Regional de Medicina (CRM).

Nesse sentido, médicos podem trabalhar, como:

  • Contratados de uma clínica ou hospital em regime CLT (pessoa física);
  • Como prestador de serviços autônomo (Pessoa física);
  • Abrindo uma empresa (Pessoa jurídica).

Se você se interessou pela última opção saiba que no Brasil, é possível abrir empresa com 1 ou mais sócios. Existem tipos societários que privilegiam cada uma dessas formas de empreendimento.

Confira os tipos de empresas para médicos possíveis no Brasil:

Sociedade Limitada Unipessoal (SS)

Se o seu objetivo é empreender sozinho, a SLU, também conhecida como Sociedade Limitada Unipessoal é a mais indicada para você.

Além disso, ela apresenta uma excelente condição para aqueles que desejam proteger o seu patrimônio particular. Ela tem responsabilidade limitada, ou seja, o empresário não precisará usar os seus fundos pessoais para quitar débitos empresariais.

Essa foi uma das razões pelas quais esse tipo de empresa ficou muito comum, desde a sua instituição. Ela acabou por extinguir a Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI).

A SLU diminuiu bastante os custos iniciais para a abertura de um negócio, isso porque esse novo tipo societário descartou a necessidade de um capital social mínimo. Outros benefícios da SLU, incluem:

  • Permitir que um empresário tenha mais de um negócio nessa modalidade;
  • Possibilidade adesão ao Simples Nacional;
  • Não tem restrições de atividades;
  • Não há limite de contratação.

Continue a leitura: Simples Nacional para médicos: entenda como funciona.

Sociedade Simples (SS)

Um dos melhores tipos de empresas para médicos empreenderem com sócios, é a Sociedade Simples. Essa é uma natureza, onde uma sociedade não empresarial é formada, pelo contrário, ela é feita para a exploração de uma atividade intelectual.

Por essa razão, é muito comum profissionais como, advogados, dentistas, escritores, e obviamente, médicos constituírem esse tipo de sociedade. Da mesma maneira, comerciantes, e donos de indústrias não podem utilizar essa natureza jurídica em seus empreendimentos.

Esse tipo societário possui duas opções: a Sociedade Simples Pura e a Limitada. Elas se diferenciam principalmente por conta da sua responsabilidade limitada. Na Sociedade Limitada existe proteção dos bens dos proprietários em caso de endividamento, enquanto na Simples Pura isso não é possível.

Sociedade Empresarial Limitada (LTDA)

Outro tipo de empresa que é utilizada por médicos é a LTDA. Ela possui muitas das vantagens da Sociedade Simples, além de não exigir que todos os sócios sejam médicos, precisando haver apenas um profissional da categoria no corpo societário.

A principal diferença, neste caso, é que o registro desse tipo de empreendimento deve ser feito por meio da Junta Comercial do seu estado, mesmo se tratando de uma empresa de serviços.

Médico pode ser MEI?

Se registrar como Microempreendedor Individual é uma das formas mais simples de conseguir atuar como CNPJ. Por essa razão, profissionais da medicina podem se perguntar se o MEI é um tipos de empresas que podem abrir.

No entanto, a resposta, é que médicos não podem ser MEI. Essa foi uma modalidade entrou em vigor em 2009 e tinha como objetivo permitir que autônomos e pequenos empreendedores se formalizassem e conseguissem um CNPJ.

Apesar da facilidade no processo de abertura, o MEI possui diversas limitações. Uma delas é a impossibilidade de registro de qualquer atividade econômica de cunho intelectual, que é o caso das profissões da saúde e demais atividades regulamentadas por órgãos de classe.

Além disso, existe uma outra forma de empreender sozinho que médicos não podem aderir, que é o Empresário Individual (EI). Esse é um modelo parecido com a Sociedade Limitada Unipessoal, mas que, ao contrário desta, não possui a responsabilidade limitada.

No entanto, isso não é um problema, uma vez que a SLU, contempla os mesmo benefícios que a EI, mas com o adendo de ter a proteção da propriedade pessoal. Como você pôde ver, é muito importante analisar bem os tipos de empresas que se pode abrir!

Para te ajudar nesse processo, um contador pode ser um grande aliado, uma vez que ele é um profissional com ampla experiência na análise de objetivos para indicar o melhor tipo societário para médicos.

Conte com o suporte do E-Contador Legal!

Agora que você sabe os tipos de empresas que médicos podem abrir, saiba que pode contar com o suporte de qualidade do E-Contador Legal!

Somos uma contabilidade digital, que oferece serviços especializados para clínicas e consultórios, tudo isso, sem perder a qualidade, e a eficácia no cumprimento dos prazos.

Dessa maneira, nós podemos te auxiliar no reconhecimento da melhor natureza jurídica para você, que é recém-formado em medicina e deseja abrir um consultório ou clínica própria! Entre em contato para conhecer mais sobre nossas soluções.

Se gostou do artigo, acesse nosso blog para saber mais artigos como esse, e não se esqueça de nos seguir em nossas redes sociais.

Leia também: 5 dicas de gestão financeira para sua clínica ou consultório.